Formação de Terapeutas em Sagrado Feminino e Ginecologia Natural (4).png

TPM - Tensão pré-menstrual

Porque sentimos tensão antes de menstruar?
Quais medicinas são as mais indicadas?

A TPM é o período que antecede à menstruação. Neste período é muito comum sentirmos vários desconfortos devido à mudança hormonal que ocorre em nosso organismo. Quando não ocorre a fecundação, o endométrio que se desenvolveu no interior do útero, para receber o o óvulo fecundado, se prepara para ser eliminado, pois perde a sua serventia.


Neste processo ocorre a diminuição da produção de estrogênio o que nos deixa mais sensíveis e com oscilações de humor, que vão desde a euforia a tristeza profunda.


Apesar das mudanças hormonais, os sintomas de que trata a TPM não são naturais, ou seja, não fazem parte do ciclo, como um adicional, muito pelo contrário. O normal é conseguirmos lidar com a fase da Feiticeira - que é o arquétipo desta fase - e com todo o poder que emana dela de forma consciente e integrada.


Exatamente por isso esse momento pode ser desconfortável, pois existe uma tendência resultante de um estilo de vida muito corrido, com sobrecarga de afazeres que nos distanciam de nossa realidade interna. O desequilíbrio vivenciado nessa fase evidencia que estamos desconectadas de nós mesmas, pois essa é a fase das energias do subconsciente, onde as emoções não trabalhadas e não desenvolvidas emergem ao consciente, pedindo que sejam observadas, cuidadas e curadas.


Existe também uma tendência a descarregarmos nos outros, naquelas pessoas que estão mais próximas, nossas frustrações, pois nos sentimos o tempo todo ameaçadas, como se alguém nos impedisse de sermos quem somos. Na realidade, somos nós mesmas que estamos nos impedindo de vivenciar essa fase do ciclo e a revolta vem do arquétipo, da própria Feiticeira que precisa desesperadamente ser ouvida.


Quanto menos tempo e atenção damos às nossas reais necessidades, mais fortes tornam-se os sintomas da TPM. O que você acha de trocarmos o significado dessas letras, para “tempo para mim”?


Com todos os compromissos e afazeres que assumimos em nossa vida cotidiana, estamos sempre correndo atrás do relógio, tentando dar conta de tudo e nos colocando no final das listas intermináveis de prioridades, principalmente no que se refere ao receber cuidado e atenção.


Quando nos recusamos a priorizar nossas emoções mais profundas o nosso corpo reage e vai utilizar os sintomas, como os incômodos e oscilações de humor, para nos parar, nos obrigando a olhar para nós mesmas. Então podemos entender que essa é uma oportunidade muito valiosa e que não podemos desperdiçá-la.


É nesta fase que podemos lidar com nossos medos, traumas, bloqueios e padrões de comportamento que são limitantes, que nos impedem de sermos livres e realizadas em todos os âmbitos da vida. Observe o que a incomoda nesse período, quais são as sensações, sentimentos e qual a origem deles.


Reconheça e busque entender o que está por trás dessa sensação e sentimento. O que as alimentam? São posturas e ou fazeres que vem se obrigando a cumprir? A forma como as pessoas te tratam?


Em cada mês, alguns aspectos emergem à consciência, para que possamos entender o que nos incomoda e quem sabe assumir uma postura mais eficaz na defesa de si mesma, colocando para os outros as atitudes e situações que te incomodam ou que de alguma forma, te deixam insatisfeita.


Neste período é muito importante que você se priorize e comunique as pessoas que não estarás tão disponível por alguns dias, sim, são apenas alguns dias e com certeza o mundo pode seguir sem nós.


Também é interessante não deixar de pedir ajuda. Muitas mulheres podem entender esse pedido como uma forma de fraqueza, como se tivesse que dar conta de tudo sozinha, não é verdade, em algum momento vamos precisar da ajuda de alguém, é da vida, não somos seres isolados. Saber se colocar nas relações de forma madura, apoiando e recebendo apoio sempre que necessário nos qualifica como seres humanos e mulheres que somos.


Dar-se tempo para ficar sozinha, também é importante. É necessário dispor de algumas horas para estar com você, se perceber, entender o que está acontecendo intimamente e dessa forma ressignificar esse período do seu ciclo.


Também é importante realizar atividades prazerosas, com menos compromisso e mais leveza. Essa é uma fase criativa, exercite sua criatividade da forma que conseguir e gostar, pinte, dance, escreva, leia, medite, busque o que mais tem a ver com seu mundo interno e se divirta, sem se preocupar com os resultados, apenas vivenciando o processo.


Esse não é um período para se assumir novos projetos, lembre-se que logo vem sua Lua, então deixe para se envolver depois que passar sua menstruação.


Lembre-se que nossos hormônios se modificam conforme a maneira que pensamos, sentimos e imaginamos a nós mesmas. Neste período, em que estamos lidando com a mente subconsciente, é muito importante que digamos a ela o que queremos materializar em nossas vidas, o que desejamos que aconteça e de como queremos nos sentir. É nessa fase que utilizamos as visualizações - processos imaginativos, carregados de sentimentos para materializar o que queremos em nossas vidas. Não perca essa oportunidade alimentando pensamentos, sentimentos e processos imaginativos negativos e de negação de si mesma.


Deixe fluir, seja fluída. Se o choro, a raiva e a dor emergir, deixe que se manifeste, agradeça e se despeça. Busque a cura, é esse desejo que desencadeia o processo, mantendo-se consciente e sendo muito verdadeira consigo mesma.


A TPM é um “tempo para mim” e não uma doença, é um pedido de ajuda e de acolhimento da nossa Feiticeira interna, esperando para ser ouvida e ansiando por poder colocar suas forças em movimento em sua vida. Integre-se a essa mulher interna que aguarda por você.


Plantar sua Lua ajuda a diminuir a tensão pré-menstrual, assim como alivia as cólicas menstruais, pois ao realizarmos esse ritual estamos nos reconectando aos ritmos naturais da Grande Mãe Terra.


Medicinas que podem ser utilizadas nesse período do ciclo:


Chás para retenção de Líquido:

  • Dente de Leão: ajuda a limpar o fígado - evitando coágulos na menstruação

Dê preferência a esta erva se estiver com sentimentos de raiva e/ou de irritação

  • Cavalinha: atua na limpeza dos rins - limpando nossas águas internas e o sangue

Dê preferência a esta erva se estiver com sentimentos de tristeza, ansiedade ou compulsão.


Enxaquecas ou dor de cabeça:

  • Compressa fria de Camomila na cabeça.


Chás para liberação de sentimentos de raiva, mágoas e oscilações de humor:

  • Camomila ou

  • Cavalinha

Se a oscilação de humor for muito intensa, faça uma vaporização com Calêndula.

.

Gostou desse artigo?

Compartilha com aquela amiga que precisa saber disso!

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Lara Moncay Reginato

Lara.jpg

Sou terapeuta em Ginecologia Natural, Sagrado Feminino, Medicina Ancestral e Fitoterapeuta. Também sou Guardiã de Círculo de Mulheres, Womb Keeper registrada, astróloga e taróloga. Idealizadora e facilitadora da Hamadríade. Ajudo mulheres a desenvolverem suas potencialidades e formo terapeutas em Sagrado Feminino, Ginecologia Natural e Medicina Ancestral. 

1.png
2.png