Buscar

A Magia Luminar e os 4 elementos


Quando falamos em LUMINAR estamos nos referindo a magia dos chamados luminares na astrologia, o Sol e a Lua. O Sol representa a luz, o calor, a consciência em seus diferentes níveis, como a individual, planetária, solar (referindo-se ao

sistema solar como um todo) e cósmico, ultrapassando as barreiras de nossa galáxia. Já a Lua representa nosso corpo emocional, nossas emoções, representa o passado, as marcas que trazemos com relação a nossa ancestralidade e às vidas passadas.

Todas as mulheres são naturalmente lunares, em função da ligação existente entre seus ciclos pessoais e os ciclos da Lua, sendo que o desenvolvimento interno deve necessariamente conduzi-las a construção de corpos solares, de consciência e de Luz.

Não devemos interpretar o corpo emocional lunar como negativo ou menor, porque não é, existe um tipo de inteligência que é emocional e que qualifica as mulheres a melhor se relacionar com o mundo e todas as suas realidades de forma mais harmônica e integrada.

Precisamos qualificar, entender, interpretar nosso mundo emocional, dar vida e significado às nossas magias interiores, refinando nossa energia pessoal ao mesmo tempo em que vamos nos conectando com tudo que existe pela sensibilidade.

A construção dos corpos solares não se dá de forma espontânea ainda que seja natural, pois é o caminho, a trilha à qual todo desenvolvimento interno deve conduzir. Pois, na medida em que vamos ampliando nossa consciência, vamos removendo os veus de Maya – deusa indiana da ilusão que rege o mundo material - e, vamos percebendo a essência de tudo que existe.

As curandeiras andinas afirmam que todo o processo de cura, a utilização das ervas com suas diferentes técnicas são apenas ferramentas, pois o que realmente realiza a cura é a aquisição de consciência. Ao entendermos que toda doença é fruto de um desequilíbrio energético, causado por traumas e/ou dificuldades emocionais, a cura estaria tanto no tratamento tópico, ou seja, que atua diretamente na doença, quanto na aquisição de consciência dos estados emocionais e energéticas que geraram a doença. Assim, adquirir consciência sobre nós mesmos, ampliando dessa forma nossa visão de mundo, não apenas nos cura como impede que novas doenças venham a se manifestar.

Sol e Lua seguem em sua dança ritmada e vão nos ensinando seus mistérios e segredos, a partir das estações e das 13 lunações.

As diferentes fases da Lua só ocorrem porque ela, enquanto satélite se movimenta ao redor da Terra e nesse movimento vai recebendo maior ou menor luminosidade solar. Podemos concluir então, que todo processo de lunação resulta da relação entre Sol/Lua e Terra. Tanto o Sol quanto a Lua possuem uma divisão quádrupla: as quatro estações e as quatro fases da Lua. Essas fases tanto solares quanto lunares estão diretamente relacionadas aos quatro elementos, suas qualidades e funcionalidades.

As mulheres estão naturalmente vinculadas à Lua em função de seu ciclo menstrual seguir os mesmos 28/30 dias, mas como já vimos, a Lunação é o resultado da relação entre SOL/LUA/TERRA. O aspecto solar está sempre presente, mas quase não nos apercebemos desse fato, porque não lidamos de forma mais dirigida e consciente com essas energias.

As energias dos equinócios e solstícios também são muito interessantes de serem observadas e trabalhadas internamente. A maioria dos povos antigos estavam familiarizados com esse andar do SOL/LUA/TERRA e realizavam rituais específicos para cada fase.

Os equinócios representam momentos de equilíbrio das energias primordiais YANG/YIN no planeta, é quando DIA e NOITE possuem as mesmas horas de duração, equilibrando os aspectos de LUZ E SOMBRA. Ocorrem no início do ano ASTROLÓGICO, no OUTONO e na metade desse ciclo, na PRIMAVERA.


#magialuminar #hamadriade #sagradofeminino #magiasolar #magialunar #lunação

0 visualização

HAMADRÍADE - lARA MONCAY REGINATO

Telefone/ WhatsApp: (54) 99154.1840
Email: laramoncay@gmail.com

COPYRIGHT 2019 HAMADRÍADE