Formação de Terapeutas em Sagrado Feminino e Ginecologia Natural (4).png

Cólicas Menstruais


As cólicas, dores e tensões não fazem parte do nosso ciclo, não são naturais. Nos acostumamos à dor, acreditando que a menstruação é dolorida, mas não é. Qualquer distúrbio em nosso ciclo natural são mensagens do corpo pedindo atenção, evidenciando que existe algum desequilíbrio que precisa ser corrigido. Pode acreditar! Menstruar não dói, menstruar é Sagrado, é do Ser Feminino.


As cólicas menstruais podem ter diferentes origens, desde doenças pré-existentes como endometriose, a problemas de aceitação de si e do seu ciclo. Algumas mulheres possuem o útero retrovertido, ou seja, voltado na direção do reto e não por trás da bexiga. Esta posição uterina pode igualmente estar na origem de dores e cólicas durante o período menstrual.


Infecções pélvicas, assim como adenomiose e endometriose também podem gerar cólicas e dores na pelve durante o período menstrual. Nestes casos, é preciso tratar a matriz energética e emocional vinculadas a estas doenças, com seus protocolos específicos.


Toda dor é uma sinalização do corpo de que algo está fora do lugar, que existe um desequilíbrio do qual não temos consciência. A cólica menstrual é uma indicação de que você não está totalmente conectada com seu ciclo e/ou não está respeitando seu ritmo interno.


Assim como na TPM, as cólicas menstruais podem estar conectadas a um excesso de atividade externa, quando ao tentarmos dar conta de todos os afazeres e compromissos que a sociedade patriarcal e linear nos impõe, desconsiderando a ciclicidade feminina.


Acabamos por deixar o nosso feminino e suas características cíclicas em segundo plano. Muitas mulheres ainda veem esse período como um incômodo incapacitante de suas energias mais ativas, sentem-se culpadas por não responder às demandas e exigências cotidianas com a mesma energia e disposição.


Então, as fases mais introspectivas e de energias essencialmente femininas acabam sendo comprometidas e, em resposta, nosso corpo gera dores, desconfortos e tensões, pois há um conflito entre o que a mente deseja e o que nosso corpo e natureza nos pede. Esse distanciamento de nós mesmas e do que nos é natural enquanto ser mulher está na origem das cólicas menstruais, TPM, e na grande parte das doenças que acometem as mulheres.


Para além dessas questões, quando analisamos os sentimentos envolvidos diretamente na cólica menstrual, sem origem em outras patologias, ela está relacionada à dificuldade em lidar com as mudanças, permanecendo apegada a uma situação e, assim, não conseguindo realizar as transições e mudanças necessárias.


Alimentos para o período menstrual e aliviar as cólicas menstruais:


É muito importante diminuir o consumo de açúcar e farinhas refinadas - os carboidratos com maior índice glicêmico - pois eles inflamam o corpo

Consumir alimentos ricos em potássio durante toda a menstruação (melão, laranja e vegetais verdes).

Consumir alimentos ricos em magnésio (cereais integrais, aveia, espinafre, gérmen de trigo entre outros). Esse mineral possui múltiplas propriedades imprescindíveis para o correto funcionamento da nossa saúde e melhora a cólica menstrual, entre outros benefícios.

Mastigar gengibre: dilata os vasos sanguíneos e ajuda a relaxar os músculos uterinos.

Consumir alimentos ricos em Vitamina A, que ajudam a diminuir a tensão (alface, espinafre, cenoura, alho, cebola, pêssego e etc.).

Consumir alimentos ricos em cálcio (algas, aveia, dente de leão, avelãs dentre outros).

Beber água, sempre!


Chás: Camomila, Orégano e Gengibre para aquecer o corpo - também é antiinflamatório

Óleos: massagear o ventre com óleo de amêndoas e uma gota de óleo essencial de gerânio quando estiver com cólica.


Cuidados essenciais: muitas vezes, as cólicas estão conectadas a quantidade de frio que pegamos durante o mês, principalmente durante o período pré-menstrual. Por isso, é importante aquecer o corpo. O chá de gengibre é um ótimo aliado para isso, a canela também aquece o corpo retirando o frio, porém ela pode aumentar o fluxo menstrual, causando outros desconfortos. Verifique qual dos dois funciona melhor para você. Mantenha seus pés aquecidos - use meias - proteja seu ventre com uma faixa menstrual - pode ser um cachecol bem quentinho enrolado no ventre. Bolsa de aǵua quente no ventre aquece e ajuda a dilatar as paredes uterinas, liberando a menstruação sem dores.


Vaporização: esta medicina não é a mais indicada neste período, pois pode aumentar o fluxo menstrual, sendo mais utilizada ao final da menstruação. Porém, em caso de cólicas sistemáticas, pode ser utilizada dias antes da menstruação, para aquecer o corpo e ajudar nos processos emocionais de desapego às situações e nos encorajando as transições necessárias.

Para tanto faça uma vaporização com melissa, louro e poejo.


Gostou do artigo?

Compartilha com aquela amiga que precisa saber disso!

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Lara Moncay Reginato

Lara.jpg

Sou terapeuta em Ginecologia Natural, Sagrado Feminino, Medicina Ancestral e Fitoterapeuta. Também sou Guardiã de Círculo de Mulheres, Womb Keeper registrada, astróloga e taróloga. Idealizadora e facilitadora da Hamadríade. Ajudo mulheres a desenvolverem suas potencialidades e formo terapeutas em Sagrado Feminino, Ginecologia Natural e Medicina Ancestral. 

1.png
2.png