Buscar

Iansã e a Lua Interna


Iansã é a força dos ventos, dos furacões, das brisas que acalmam, das coisas que passam como o vento, dos amores efêmeros, sensuais, das tempestades e dos raios, que assolam a existência, mas não duram para sempre.


Segundo seu mito, Iansã era muito bonita a e para fugir ao assédio masculino vestia-se com uma pele de búfalo sempre que saía para a guerra. Também era considerada uma amiga leal, sendo que foi a primeira deusa a realizar uma cerimônia de encaminhamento da alma de um amigo caçador ao Orum (céu). Assim, além de guerreira e Senhora dos Ventos, Iansã também assume o papel de condutora dos mortos.


Suas cores dependem da região/culto de origem, mas normalmente assume o marrom e vermelho e verde enquanto Condutora dos Mortos, sendo que sua fruta é a maçã vermelha e, verde e rosa como a Senhora dos Ventos, sendo a maçã verde a fruta que representa esse atributo.


Ela é sempre o eterno movimento.


Está relacionada a fase DONZELA (pré-ovulação) do ciclo interno feminino e consequentemente aos atributos da Lua Crescente e do elemento AR. Representa a jovialidade e está ligada ao início da fase yang, quando a mente racional está dominante (regida pelo ar) e em construção constante de projetos e sonhos. A Donzela adora uma “lista” de afazeres, representando a organização e o planejamento das ações futuras.


As mulheres que se identificam com as energias de Iansã apresentam muitas de suas características. São mulheres em movimento constante, cheias de vida, de ideias, adoram falar (falando sempre mais do que deveriam) e não conseguem ficar paradas em um mesmo lugar, emprego ou relacionamento. São sensuais ao extremo e adoram se entregar a diferentes paixões que vivem com profundidade ainda que possam ser breves. Estão sempre se desafiando, buscando novos conhecimentos e aventuras. São mulheres corajosas, pioneiras e que não possuem medo de desbravar o desconhecido. Possuem habilidade para o comércio, uma vez que convencem as pessoas do que quiserem. Na grande maioria das vezes são mulheres que pensam e fazem quase que ao mesmo tempo, ou ainda, fazem para depois pensar. Diante dessas energias as mulheres tornam-se emocionalmente instáveis, mas muito intensas. Amam ser livres, agem sempre com espontaneidade e estão em constante mudança e transformação pois, suas almas são ciganas.


Pode-se fazer a sintonia com essa deusa sempre que precisarmos colocar nossa vida em movimento, quando sentirmos que alguma área de nossa vida está estagnada ou precisando de renovação.


Para tanto, podemos meditar com o vento, colocando nele nossa intenção e desejo - deixar que o ventre entre e saia de você, renovando, transmutando e limpando; seja o vento, sinta a sua força e poder dentro de você.


Outra forma de sintonia pode ser realizada a partir de banhos e chás com as ervas que representam seus atributos.


Algumas das Ervas de Iansã e seus usos:


Bambu: É um poderoso defumador contra obsessores e espíritos conhecidos como "kiumbas" na religião africana. O banho também é excelente contra perseguidores.


Folhas e flores de Pitangueira: Excelente para banhos que objetivam atração de prosperidade, renovação das ideias e pensamento, bem como atrair um novo amor. Fisicamente, o chá das folhas de pitangueira fortalecem os pulmões e, consequentemente, a função respiratória, que está sob a regência dessa Deusa.


Catinga-de-mulata : Esta erva é usada nos banhos de limpeza e descarrego, liberando os miasmas impeditivos da ação e do movimento.


Romã: Uma das ervas mais sagradas de Iansã, suas folhas são utilizadas em banhos de descarrego. Seus frutos maduros podem ser usados em rituais para o amor e a prosperidade financeira.


Para saber mais sobre a personalidade das filhas de Iansã assista ao vídeo disponível em nosso canal do Youtube: https://youtu.be/uDSxvsVoE4E


#hamadriade #sagradofeminino #magialuminar #astrologia #tarô #deusasafricanas #Luainterna #Iansã #filhasdeIansã #Iansãeociclomenstrual



27 visualizações

HAMADRÍADE - lARA MONCAY REGINATO

Telefone/ WhatsApp: (54) 99154.1840
Email: laramoncay@gmail.com

COPYRIGHT 2019 HAMADRÍADE