Formação de Terapeutas em Sagrado Feminino e Ginecologia Natural (4).png

Lua Branca e Lua Vermelha


Identificar essas diferentes Luas (Branca e Vermelha) é muito fácil a partir da observação contínua de nossos ciclos. Conforme vamos observando e entendendo os nossos ciclos internos e suas fases vamos percebendo que em algum momento eles estarão em sincronia ou em oposição ao ciclo lunar externo. Desta forma, podemos identificar as melhores fases para trabalharmos com nossas energias internas e ativarmos esse poder a nosso favor, em prol da realização de nossos projetos e de uma sintonia maior com o sagrado que nos habita.



Lua Branca - Sincronia entre a Lua Interna e a Lua Externa


Uma mulher está vivendo a Lua Branca quando o seu ciclo interno está em consonância com o ciclo lunar externo, ou seja, os elementos são os mesmos (no ciclo interno e externo nas fases de menstruação e ovulação), neste caso, a mulher está menstruando, vivendo a sua Lua Nova Interna em conjunto com a Lua Nova Externa e, consequentemente, estará ovulando (sua fase interna de Lua Cheia) na Lua Cheia Externa.


Este é um ciclo de muita energia e movimento, quando os arquétipos das fases lunares são sentidos de maneira muito forte e pode-se tirar o máximo proveito deles, por meio de meditações guiadas, atividades criativas, plantando nossa Lua (na menstruação), fazendo arte com nosso sangue e despertando com muito mais facilidade os atributos de cada um dos arquétipo e elementos das diferentes fases lunares.


Na Lua Branca podemos trabalhar com as limpezas uterinas de forma mais profunda e eficaz, podemos utilizar as vaporizações durante as Luas Crescente e/ou Minguante para potencializar a cura de padrões repetitivos de comportamento ligados aos pensamentos (Lua Crescente/elemento Ar) ou aos sentimentos (Lua Minguante - elemento água).


Para as mulheres que estão na na menopausa, independente do motivo, se foi natural ou por um processo de histerectomia, a conexão ocorre diretamente com os ciclos lunares externos e estão sempre conectadas com a Lua Branca, ou seja, os arquétipos lunares são vivenciados e podem ser trabalhados de forma mais profunda acionando os poderes de cada fase do ciclo e seu elemento correspondente.



Lua Vermelha - Oposição entre a Lua Interna e a Lua Externa


Já a Lua Vermelha ocorre quando o ciclo interno da mulher está em oposição do ciclo lunar externo, ou seja, a mulher está menstruando (sua Lua Nova interna) na Lua Cheia externa, e consequentemente, estará ovulando (Lua Cheia interna) na fase da Lua Nova externa.


Esta é uma Lua, ou um ciclo lunar muito poderoso. A intuição e a criatividade da mulher estão extremamente aguçadas, sentindo-se e percebendo-se mais mística, mais conectada com seu mundo interno e podendo levar literalmente “luzes” para suas sombras, dissolvendo padrões repetitivos negativos e impeditivos de realização de seus sonhos e projetos.


Nesta Lua Vermelha trabalhar com nosso sangue menstrual na Lua Cheia terá um significado e uma conexão espiritual muito mais profunda. Realizar uma limpeza uterina na Lua Nova, quando estiver ovulando, poderá aumentar sua capacidade intuitiva e criativa, liberando os bloqueios existentes nessa área e trazendo à tona outras potencialidades esquecidas e até mesmo desconhecidas de nossa percepção consciente.


.

Gostou do artigo?

Compartilha com aquela amiga que precisa saber disso!

20 visualizações
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Lara Moncay Reginato

Lara.jpg

Sou terapeuta em Ginecologia Natural, Sagrado Feminino, Medicina Ancestral e Fitoterapeuta. Também sou Guardiã de Círculo de Mulheres, Womb Keeper registrada, astróloga e taróloga. Idealizadora e facilitadora da Hamadríade. Ajudo mulheres a desenvolverem suas potencialidades e formo terapeutas em Sagrado Feminino, Ginecologia Natural e Medicina Ancestral. 

1.png
2.png